EIS QUE VAMOS PARA JERUSALÉM. (Mt 20.18)

24/04/2011 15:15

Nesta semana em que relembramos a morte e ressurreição de Cristo, pensemos por um instante na coragem de Jesus em convidar seus discípulos a subir a Jerusalém. Ele poderia ter evitado essa viagem. Mas deliberadamente foi para lá. Com essa decisão, nos mostrou que a vitória pode ser alcançada mesmo em face da aparente derrota. Cristo foi a Jerusalém para vencer a morte e o pecado, foi o triunfo da vida por meio da ignomínia, dor e humilhação.

Mesmo sabendo o que o esperava, conhecendo o que diziam as Escrituras a seu respeito, para lá se encaminhou com os seus discípulos, pronto a ser sacrificado. Não esqueçamos que o Filho de Deus vivia entre nós como homem, sujeito às mesmas dores, angústias e dúvidas que nós. Foi como homem que ele enfrentou a traição, o abandono, o julgamento e a condenação injustos. Foram as mãos e os pés de um homem que foram pregados naquela cruz, foi uma cabeça de carne e osso que recebeu a coroa de espinhos, foi um corpo de homem que foi sacrificado, machucado e torturado até a morte.

Nosso amado Salvador dirigiu-se a Jerusalém, sabendo o que sofreria, disposto a carregar nossa cruz, sacrificar-se por nossos pecados. Nunca poderemos agradecer o suficiente o que Ele fez por nós. Éramos nós que merecíamos estar lá, entretanto Jesus tomou o nosso lugar. Por mais que nos esforcemos, não há como pagar tão grande salvação.

Toda vez que relembramos a morte e ressurreição de Jesus, somos fortalecidos, confortados e inspirados pela visão de sua corajosa disposição de subir a Jerusalém. Em nossa caminhada com Deus, sempre que as circunstâncias parecem nos conduzir para baixo, quando enfrentamos dor, sofrimento ou morte, todas as horas de descida, se caminhadas e suportadas com o mesmo espírito que fortaleceu Jesus em sua caminhada rumo à cruz, se mostrarão, ao final, degraus ascendentes que nos conduzirão ao monte santo e à glória da ressurreição.

Desistamos a cada dia de nossa autossuficiência, aprendamos a confiar e a depender totalmente de Jesus, aceitemos seu convite de subir com Ele a Jerusalém. Só quando reconhecemos nossa fraqueza e impotência que podemos nos tornar fortes e úteis para servir aos propósitos de Deus para nossa vida.

Graça e paz!

Aurélia Cabral Cezar

 

Envie esta página a um amigo!

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!