VENCENDO O MAL COM O BEM.

03/06/2011 18:02

            As antigas leis do povo hebreu eram bastante rígidas, como a lei do olho por olho: “Mas se houver morte, então darás vida por vida. Olho por olho, dente por dente, mão por mão, pé por pé, queimadura por queimadura, ferida por ferida, golpe por golpe” (Ex 21:23-25). O ofendido podia vingar-se até o limite da ofensa sofrida.

            Jesus veio nos ensinar um novo e revolucionário modo de viver, repudiando a idéia de vingança. Paulo esclarece: “Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem”(Rm. 12:21). Segundo a lei de Cristo, ao invés do olho por olho, devemos oferecer a outra face, toda vez que sofremos insulto, injustiça e ofensa. O cristianismo é uma nova filosofia de vida: vencer o mal com o bem é a essência do evangelho.

            Na lei Judaica, uma dívida poderia ser cobrada tomando-se a túnica do devedor, mas não sua capa, que servia como cobertor aos pobres à noite. Todavia, Jesus disse: “se alguém exigir-lhes a túnica, entreguem também a capa”. Ser imitador de Cristo é ir além do que é esperado, fazer o bem a quem nos maltrata e orar pelos que nos perseguem. O amor supera todas as coisas: “tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta”.

            Também era permitido aos soldados e oficiais romanos forçarem os israelitas a carregar seus suprimentos e bagagens por uma milha, mas não podiam exigir que andassem uma segunda milha. Jesus, porém, veio ensinar que “Se alguém te obrigar a andar uma milha, ande com ele duas”. O cristianismo da segunda milha é o exercício do amor sem reservas. O amor vence todas as dificuldades.

            Certamente, não retribuir mal com mal, entregar a capa e andar a segunda milha não são atitudes fáceis. Mas agir assim nos faz experimentar o calor da presença de Jesus e sua paz, que excede todo entendimento.

            Caminhar com Cristo é renunciar ao egoísmo e viver segundo o plano de Deus. É o caminho do amor. Amor aos amigos e aos inimigos. Não pensando no que poderemos receber, mas dar sem esperar receber nada em troca. Ao agirmos assim, Deus nos devolve uma medida dobrada de paz e amor. Ser cristão é ser diferente. Ser cristão é amar. É viver uma vida feliz. É andar com Jesus e fazer a vontade de Deus, irradiando aos outros o amor e a bondade com que somos agraciados diariamente por Cristo.

            Graça, paz e amor!

            Aurélia Cabral Cezar

Envie esta página a um amigo!

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!